sexta-feira, 15 de março de 2019

"Estão queimando viva a diretora do hospital de Limoeiro", diz vereador


"Estão queimando viva a diretora do hospital de Limoeiro". A frase foi dita pelo vereador José Higino (PP), no plenário da Câmara Municipal de Limoeiro, na reunião da última terça (12). De acordo com o parlamentar, os atrasos nos repasses para os custeios das despesas do Hospital Regional José Fernandes Salsa (HRJFS) estão cada vez mais constantes. "Além de atrasar, os fornecedores estão entregando os contratos. E qual o objetivo? A diretora não aguentar mais e entregar o cargo. Isso é o objetivo de alguns políticos, não sei se de Limoeiro ou da região, para colocar a pessoa que quiser", disse Higino.

O vereador também chamou a atenção do secretário estadual de Saúde, André Longo, e do secretário da Casa Civil, Nilton Mota, para corrigir a situação. "Está faltando tudo no hospital, ela (Elizabete Fonseca) faz milagre junto as prefeituras da região, que mandam emprestado gazes, algum medicamento, para que não pare o hospital. E agora estão atrasando os fornecedores. Estão fazendo uma política para que a diretora entregue (o cargo), pois isso é o que interessa a alguns políticos, não sei de municipal ou regional", reforçou o vereador.

Ele também lembrou da demissão de um contador responsável pelo setor financeiro da unidade hospitalar, que seria um servidor de extrema confiança da diretora. "Saiu porque era cargo político e deve ser indicado por outro político. Onde fica a pontualidade e a qualidade do serviço público. Nos resta chorar pelas condições do hospital", lamentou. "Não estou defendendo a diretora, não vivo pedindo nada a ela, mas as pessoas são atendidas independente de padrinho político", completou o vereador.

Higino ainda solicitou ao presidente da Câmara, vereador Juarez (DEM), que convoque os vereadores para unir forçar e trabalhar para que a saída da diretora não ocorra. "Não vamos deixar esse hospital se acabar, independente de partido político, vamos nos unir", pontuou. 

BLOG DO AGRESTE


Nenhum comentário:

Postar um comentário