quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Polêmica em Limoeiro: queda de braço entre prefeito e radialista

Na manhã desta quinta-feira (31), Limoeiro acompanhou pelas ondas da Rádio Cultural FM uma tremenda polêmica. É que ligou para o programa 96 É Notícia, do radialista Gonçalves Filho, uma senhora, que se identificou, e desesperada, disse que seu filho, que mexe com gesso, teria feito um trabalho para a Prefeitura, e que não teria recebido por tal trabalho. A referida senhora estava bastante desesperada, chegando mesmo a chorar.

Posteriormente, o prefeito Joãozinho enviou uma resposta para o radialista, onde desmentia a referida senhora, dizendo que nunca teria contratado trabalho referente a gesso. Mas a polêmica aconteceu quando o prefeito acusou o radialista de "irresponsabilidade", por ter colocado a referida ouvinte no ar, "para esculhambar com ele".

Gonçalves não gostou da resposta, e disse no ar que "tinha 30 anos de trabalho e credibilidade, e não aceitava esse tipo de acusação". O radialista relatou que a ouvinte deu seu nome, e que essas denúncias são veiculadas na rádio. E que caberia ao "prefeito desmentir, teria espaço para isso, mas desqualificar meu trabalho, eu não aceito".

A repercussão foi negativa para o prefeito, e muitos foram solidários ao radialista. O deputado federal Ricardo Teobaldo e o ex-vereador Zé Nilton se manifestaram:

NOTA DE RICARDO TEOBALDO

*Nota de Repúdio*
Foi com muita indignação que, aqui de Brasília, acompanhei os episódios acontecidos hoje em Limoeiro. Repudio veementemente o comportamento do chefe do executivo, o prefeito João Luís, em relação ao jornalista e radialista Gonçalves Filho. O trabalho realizado pela imprensa limoeirense sempre contribuiu com o desenvolvimento da nossa cidade. Exerci dois mandatos de deputado estadual, dois de prefeito de Limoeiro e, agora, caminho para o segundo mandato de deputado federal. Na minha vida pública estabeleci uma relação sólida com a imprensa, aceitando e reconhecendo todas as críticas, tendo sempre a oportunidade de dar a minha versão sobre cada fato noticiado. Respeito! Essa é uma palavra que não deve ficar só no dicionário ou em nosso vocabulário, ela precisa ser exercitada. Minha solidariedade a imprensa limoeirense, e a Gonçalves Filho, nesse momento.
Ricardo Teobaldo
Deputado Federal

NOTA DE ZÉ NILTON: 
O verdadeiro gestor deve estar preparado para as críticas. Quem assume cargo público sempre vai arcar com as insatisfações. Em um país democrático, o cidadão sempre terá o direito de cobrar, reivindicar e questionar. O mesmo direito tem a imprensa, de ser a voz e a representação do povo mais humilde. Por outro lado, o citado tem o direito de resposta, simples assim. Agora, um prefeito, que se acha no direito de chamar um profissional de irresponsável por ter aberto o telefone para uma ouvinte, não merece ser chamado de prefeito. O tempo do coronelismo não existe mais. Limoeiro não merece conviver com essa situação. Mais um fato lamentável. Aqui, meu repudio. Ao mesmo tempo minha solidariedade ao radialista Jose Gonçalves Gonçalves Filho e imprensa limoeirense.
Ass: Zé Nilton


Nenhum comentário:

Postar um comentário