quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Eleições em 2020 em Cumaru promete ser campanha agitada

Sabemos que 2020 ainda está longe, mas em algumas cidades, a política já está dando suas cartas visando as eleições municipais. Em Cumaru, não é diferente. A atual prefeita Mariana Medeiros (PTC) tem enfrentado alguns problemas para tocar a sua administração, além de críticas até mesmo de pessoas que lhe confiaram voto.

Mariana tem ainda tempo para se recuperar. Para isso, basta "colocar a mão na massa", com sua equipe, para que possa chegar em 2020 bastante fortalecida. Enquanto isso, outros atores políticos da cidade buscam um lugar ao sol, ou mesmo, voltar à cadeira que um dia já ocupou. E Mariana já disse em recente entrevista que "não tem medo de enfrentar quem vier disputar contra ela".

Nadjane Peixoto (PC do B), a atual vice-prefeita, encontra-se rompida com a prefeita, na oposição. Na recente eleição para deputada estadual, Nadjane conseguiu obter mais votos que o candidato oficial da prefeita e o que era apoiado por Eduardinho. Nadjane Peixoto tem apoio da cúpula do partido e está com o nome cada vez mais fortalecido para a disputa municipal.

Eduardo Tabosa (PSD), por sua vez, deverá tentar voltar à cadeira que já ocupou por quatro vezes (1997/2000, 2001/2004, 2009/2012 e 2013/2016). Eduardinho, como é conhecido, tem a seu favor o desgaste da atual administração, o que poderá favorecer uma volta sua.

Outros nomes correm por fora, mas podem sim, surpreender. Um é do ex-vereador Gustavo Pereira (PTB) - que na eleição passada, foi candidato a vice-prefeito -, e outro é o do atual vereador Givan da Malhadinha (PSC). Outros nomes ventilados são os de Canízio Gonçalves, Humberto de Ameixas, Carlindo Pereira e Felipe Cavalcanti. Só o tempo dirá se Cumaru terá muitos candidatos ou esse número será menor. Mas a realidade é que as eleições de 2020 promete.

Nenhum comentário:

Postar um comentário