terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Futebol de Pernambuco em decadência

Foto: Santos / divulgação
O ex-técnico do Náutico, Muricy Ramalho, que esteve na reabertura dos Aflitos nesse final de semana, alertou para algo que está a olhos vistos: disse que é preocupante a situação do futebol pernambucano. Em entrevista ao repórter Leonardo Bóris, da Rádio Jornal Recife, Muricy lamentou a ausência dos três principais clubes de Pernambuco da divisão principal do futebol brasileiro. Veja alguns trechos da fala dele:

"Preocupa, sinceramente preocupa. Outra dia eu falei nisso porque não pode um estado, uma força dessa, uma torcida que tem aqui em Pernambuco, não ter nenhum na divisão principal. Falta uma coisa mais profissional. Não dá mais para amador agora. Esse susto que estão passando os três clubes de Pernambuco, com certeza eles vão se reerguer agora com muito profissionalismo".

Muricy tem razão. Pernambuco vive uma decadência muito grande na sua praça futebolística. Sport, Náutico e Santa Cruz, que tanto brilharam no passado, agora, amargam divisões inferiores do futebol brasileiro. Isso sem falar na falência do futebol do interior.

Em 1962, quem não se lembra do Sport, que fez uma campanha histórica no Brasileiro (época da Taça Brasil), só parando no badalado Santos de Pelé nas semifinais? O mesmo Sport que em 1987, levantaria a taça do Brasileirão. É verdade que faltou o Leão enfrentar Flamengo e Internacional que boicotaram o quadrangular final, mas chegar ao quadrangular final deixando para trás Atlético/PR, Vitória, Bangu (vice-campeão do Brasileiro de 1985), Criciúma e Guarani (vice-campeão do Brasileiro de 1986, que terminaria perdendo o título para o Leão), realmente é considerado um grande feito. E sem esquecer do vitorioso Sport campeão da Copa do Brasil em 2008. 

Quanto ao Náutico, nada como relembrar que o Timbu disputou a final do Brasileiro (Taça Brasil) de 1967 contra o Palmeiras. Perdeu a final, mas jogou a Taça Libertadores da América em 1968, tornando-se o primeiro pernambucano a disputar a competição, sendo também o primeiro nordestino (o Bahia, campeão brasileiro de 1959, pertence ao estado da Bahia, que na época ainda não pertencia à Região Nordeste). 

O Santa Cruz também tem histórias para contar. O Tricolor chegou às semifinais no disputadíssimo Brasileirão de 1975, e foi desclassificado - de forma duvidosa - pelo Cruzeiro, perdendo por 3x2 em Recife e perdendo a oportunidade de disputar a final contra o Internacional. 

1978 também ficou para a história do futebol pernambucano, pois dois de seus três principais clubes se classificaram entre os oito melhores, sendo esses Santa Cruz e Sport. O Santa Cruz caiu nas oitavas de final diante do Internacional, enquanto o Sport perdeu a chance de ir para a semifinal ao ser eliminado pelo Guarani, que ainda seria o campeão brasileiro naquela temporada.

40 anos se passaram e o cenário atual é esse: Sport acaba de ser rebaixado á Série B e o Náutico e Santa Cruz ficaram na Série C. Para um estado que tinha Sport e Santa na elite em 2016, é doloroso apenas três anos depois estar completamente fora, enquanto vemos Alagoas e Ceará sendo representados e se credenciando a receber em suas praças esportivas os grandes do futebol nacional. 

A última vez que Pernambuco esteve na primeira divisão com os três juntos foi no distante ano de 1993 (Confira a lista abaixo). Desde 1988, quando começou o sistema de acesso e descenso, essa é a sétima vez que Pernambuco não será representado na elite: 2002, 2003, 2004, 2005, 2010, 2011 e 2019. Para se ter uma ideia de como é alto esse número, basta lembrar que o grande rival na região Nordeste, o estado da Bahia, esteve fora da elite em apenas quatro oportunidades: 2005, 2006, 2007 e 2015, valendo ressaltar que a Bahia só tem dois times grandes, o Vitória e o Bahia. 

Confira abaixo a lista dos representantes pernambucanos na elite desde 1988, quando começou o sistema de rebaixamento e promoção:

1988 - Sport e Santa Cruz
1989 - Sport e Náutico
1990 - Náutico
1991 - Sport e Náutico
1992 - Sport e Náutico
1993 - Sport, Náutico e Santa Cruz
1994 - Sport e Náutico
1995 - Sport
1996 - Sport 
1997 - Sport
1998 - Sport
1999 - Sport
2000 - Sport e Santa Cruz
2001 - Sport e Santa Cruz
2002 - Nenhum
2003 - Nenhum 
2004 - Nenhum 
2005 - Nenhum
2006 - Santa Cruz
2007 - Sport e Náutico
2008 - Sport e Náutico 
2009 - Sport e Náutico
2010 - Nenhum 
2011 - Nenhum 
2012 - Sport e Náutico
2013 - Náutico
2014 - Sport
2015 - Sport
2016 - Sport e Santa Cruz
2017 - Sport
2018 - Sport
2019 - Nenhum 

Nenhum comentário:

Postar um comentário