quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Polícia Federal vai investigar atentado contra Jair Bolsonaro

A Polícia Federal vai investigar o atentado sofrido pelo candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) na tarde desta quinta-feira (06), em Juiz de Fora, Minas Gerais, durante ato de campanha. O candidato foi ferido por uma faca, e levado ao hospital. O responsável pelo atentado foi preso: trata-se de Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos.

Foto Polícia Militar MG 
O agressor foi preso em flagrante. O candidato foi levado para a Santa Casa de Misericórdia. Os médicos constataram que não houve lesão no fígado, mas houve lesões no intestino.

Leia abaixo a íntegra da nota divulgada pela PF:
A Polícia Federal informa que o candidato à Presidência da República, Jair Messias Bolsonaro, contava com a escolta de policiais federais quando foi atingido por uma faca durante um ato público na cidade de Juiz de Fora/MG.
O agressor foi preso em flagrante e conduzido para a Delegacia da PF naquele município. Foi instaurado inquérito policial para apurar as circunstâncias do fato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário