sábado, 4 de agosto de 2018

PT pode falar em golpe?

O PT, desde a queda de Dilma Rousseff, vem falando em "golpe" que derrubou uma "presidente democraticamente eleita". Mas o PT Nacional acabou contrariando seu próprio discurso, ao não respeitar a maioria dos militantes do partido que queriam uma candidatura própria em Pernambuco, com Marília Arraes, no páreo, e rejeitava uma aliança com o PSB. Mas o mesmo erro acontecido em 2012 (Quando o PT Nacional rifou João da Costa, mesmo este tendo sido escolhido em prévias). 

Confira abaixo o texto escrito por Rosejara Ramos, sobre essa contradição no discurso do PT:

"Para refletir: O que o PT chamou de golpe??? O não respeito aos votos dados pelo povo para eleição da Dilma, com a votação do impeachment pelo Congresso e Senado Federal??? A Decisão do TRF da 5• Região pela prisão do Lula, e confirmação pelo STF, após a mobilização de uma grande parcela do povo integrarem o Movimento Lula Livre??? Se isso era para o PT golpe e os que aprovavam isso, golpistas, então como entender a sua decisão ao que aconteceu em Pernambuco? Vejamos: A candidatura de Marília Arraes teve maioria dos votos pelos delegados do partido, tem aprovação da maioria dos filiados do partido, tem apoio de pessoas que não são petistas e nem simpatizantes do PT, mas viam em Marília Arraes a possibilidade de um governo reestruturador em PE. E o PT Nacional não respeitou e nem valorizou isto. Chamou de golpistas quem tirou Dilma do poder e pôs Temer para governar. E o PS B fez parte disto, convocando todos os seus deputados pernambucanos para votar contra Dilma e a favor de Temer. Agora o PT Nacional diz NÃO aos militantes pernambucanos que lutaram por Dilma e por Lula , e fiz SIM aos golpistas do PSB, apoiando Paulo Cãmera. E a Gleise Hoffmann diz ter justificativas para esse apoio, onde o próprio Lula teria dado ordem para esta união, pois precisa do apoio do PSB para formar uma frente nacional do país. Acho que está na hora de acabar a farsa. O PT não pensa no povo. O PT pensa em Lula e em seus apadrinhados. Nenhum líder pode ser maior do que o povo. Jesus ensinou: Aquele que for o maior, que se faça menor “. Agora o PT aniquila o discurso do golpe e de golpistas. Se não podem mais chamar Paulo Câmera e a sua turma de golpista, não poderá chamar Mendonça Filho, Bruno Araújo e outros de golpistas. Até mesmo porque eles ao menos foram verdadeiros nas suas posições. Mesmo sob pressão popular, não mentiram sobre suas decisões. É triste ver um Silvio Costa ser abandonado pelo PT, quando foi a voz mais firme e atuante contra o que fizeram com Dilma. Em cadeia nacional só víamos o Silvio Costa na luta. É triste ver as pessoas acusando Armando Monteiro disto e daquilo, quando foi um fiel escudeiro do governo do PT, onde atuou com excelência enquanto ministro, se mantendo fiel até os últimos instantes, não se acovardando, não pulando do barco, não traindo. “ O homem sábio será dono da sua própria mente. O tolo será seu escravo” Pensemos um Pernambuco de Mudanças, sob espírito da Insurreição Pernambucana".-'

Nenhum comentário:

Postar um comentário