terça-feira, 15 de maio de 2018

Manuela marca a estreia do PCdoB em chapas majoritárias na era da redemocratização

Deputada Estadual pelo PCdoB no Rio Grande do Sul, a jornalista Manuela D'ávila também está no páreo. Sempre companheiro do PT nas eleições presidenciais desde 1989, o PCdoB, desta vez, decidiu lançar candidatura própria no primeiro turno, escolhendo o nome de Manuela para o pleito.

Manuela nasceu no dia 18 de agosto de 1981, em Porto Alegre, capital gaúcha. Foi eleita em 2004 a vereadora mais jovem da história de Porto Alegre. Foi deputada federal no Rio Grande do Sul entre 2007 e 2015 (dois mandatos), sendo líder do seu partido na Câmara em 2013. É uma das poucas pessoas que pleiteiam a presidência da República a ter construído sua carreira política em um único partido, não tendo passado por outras legendas. Em 2008 e 2012, tentou sem sucesso por duas vezes a Prefeitura de Porto Alegre.

Manuela defende bandeiras de esquerda, como reforma agrária, e também é adepta da ideia de que a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), foi vítima de um golpe, além de declarar abertamente apoio a Lula na ocasião em que ele foi preso, no último dia 7 de abril.




PUBLICIDADE






Nenhum comentário:

Postar um comentário