sexta-feira, 11 de maio de 2018

Defensor do livre mercado, Flávio Rocha tenta a presidência pela segunda vez

Fundador do Brasil 200 (o número é uma alusão ao bi-centenário da Independência, que acontece em 2022), o pernambucano Flávio Rocha, atualmente no PRB, se coloca como mais uma opção para a Presidência da República.

Nascido no dia 14 de fevereiro de 1958, em Recife, Flávio é filho de proprietários do Grupo Guararapes, que inclui a Lojas Riachuelo. Flávio radicou-se no Rio Grande do Norte, onde construiu sua trajetória política.

Flávio foi deputado federal, duas vezes, eleito em 1986 e reeleito em 1990, pelo PFL. Em 1994, tentaria se lançar à Presidência da República pelo PL, mas deixaria a disputa por um suposto boicote do partido, que preferia na época Fernando Henrique Cardoso. Uma das ideias defendidas por Flávio foi a do "Imposto Único", que desagradava os banqueiros comprometidos com a candidatura de FHC.

Flávio defende o livre mercado como ferramenta para combater a corrupção. Um dos maiores críticos da estatização e do socialismo, Flávio vem crescendo entre os direitistas menos radicais, assim como João Amoedo, do NOVO.





PUBLICIDADE


Nenhum comentário:

Postar um comentário