quarta-feira, 16 de maio de 2018

De bom desempenho nas pesquisas a incógnita: Lula será candidato?

Preso desde o dia 07 de abril, o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) passou de uma vitória quase certa, uma vez que liderava todas as pesquisas, a incógnita. Ainda não é certo se o petista poderá tentar voltar ao Palácio do Planalto pela terceira vez em sua carreira política. O PT insiste em seu nome, recusando ao "Plano B" tão falado principalmente depois de abril.

Lula nasceu em Caetés, na época, distrito de Garanhuns (PE), em 27 de outubro de 1945, sendo um dos dois pernambucanos a ser pré-candidato à Presidência - o outro é Flávio Rocha, já abordado nesta série -.

Lula transferiu-se para São Paulo com apenas sete anos de idade, em um "pau de arara". Tornou-se metalúrgico em São Bernardo do Campo. No fim dos anos 60, filiou-se ao Sindicato dos Metalúrgicos. Em 1975, foi eleito presidente do Sindicato, sendo reeleito em 1978. Após liderar várias greves, foi preso e processado como base na Lei de Segurança Nacional.

Em 1980, juntamente com operários, intelectuais de esquerda e setores progressistas da Igreja Católica, Lula funda o Partido dos Trabalhadores (PT), sendo eleito deputado federal por esse partido em 1982. Em 1989, disputa sua primeira eleição para Presidente da República, sendo derrotado por Fernando Collor de Melo. Nas disputas de 1994 e 1998, perde para Fernando Henrique Cardoso no primeiro turno. Em 2002, vence José Serra e se torna o 35º presidente do Brasil, sendo reeleito em 2006, derrotando Geraldo Alckmin, e governando o Brasil entre 2003 e 2011.

Devido ao seu alto índice de aprovação, consegue fazer a sucessora: Dilma Rousseff, do PT, lhe sucede na Presidência. Lula é tido como uma grande liderança popular de esquerda, tendo sido um dos fundadores do Foro de São Paulo, que congrega partidos de orientação de esquerda da América Latina.

Mas desde o dia 07 de abril, Lula está preso, acusado de corrupção, como no caso do tríplex do Guarujá. Por isso, a sua candidatura se tornou uma incógnita, ao passo que não se sabe se o petista poderá concorrer ou não. Um fato curioso é que caso Lula possa concorrer e seja eleito, ele se tornará o primeiro presidente a governar o Brasil por três vezes, algo que jamais aconteceu na história da República.

Amanhã, será a vez de falarmos de Guilherme Afif Domingos, José Maria Eymael e Michel Temer.





PUBLICIDADE


Nenhum comentário:

Postar um comentário