domingo, 11 de dezembro de 2016

Sport se salva do rebaixamento e Internacional desce para a Série B

Na data de hoje, foi realizada a última rodada do Campeonato Brasileiro 2016. Essa rodada seria realizada no dia 4, mas foi adiada para hoje por conta da tragédia com a delegação da Chapecoense.

Sport entrou hoje em campo para tentar garantir a presença de Pernambuco na elite em 2017 - Santa Cruz foi rebaixado e Náutico não conseguiu o acesso -, e para isso, bastava simplesmente vencer. Com gols de Rogério e Diego Souza, Sport venceu o Figueirense pelo placar de 2x0 e se garantiu na divisão principal do futebol brasileiro na próxima temporada. E não só isso: Diego Souza se tornou um dos artilheiros do torneio e o Sport ainda se garantiu na Copa Sul-Americana, pois foi beneficiado com as derrotas de Vitória para o Palmeiras e do Coritiba para a Ponte Preta.

O Leão será o único representante de Pernambuco e um dos três do Nordeste. Vitória se garantiu na Série A e o Bahia subiu.

O outro representante pernambucano neste ano, o Santa Cruz, que já estava rebaixado, terminou o campeonato de forma melancólica, sendo goleado por 5x0 pelo São Paulo na capital bandeirante.

A data de hoje, porém, será marcada por um rebaixamento inédito: pela primeira vez em sua história, o Internacional de Porto Alegre vai jogar a Série B. O Colorado empatou com o Fluminense por 1x1 e sacramentou sua queda. Internacional, que venceu o Brasileirão em três ocasiões (1975, 1976 e 1979), acompanhou Figueirense, Santa Cruz e América/MG rumo à Segundona.

O Palmeiras se sagrou campeão brasileiro e o Santos ficou como vice. O Flamengo acabou na terceira colocação. O Palmeiras se tornou o maior campeão brasileiro isoladamente. São nove títulos: 1960, 1967 - venceu dois, Taça Brasil e Torneio Roberto Gomes Pedrosa no mesmo ano - 1969, 1972, 1973, 1993, 1994 e 2016. Já o Santos também bateu recorde, só que de vice-campeonatos: são sete, ao todo, sendo o líder nesse quesito. O octa-campeão brasileiro foi vice em 1959, 1966, 1983, 1995, 2003, 2007 e 2016.

Palmeiras, Santos, Flamengo, Atlético/MG, Botafogo e Atlético/PR estarão na Libertadores. Destaque para o Fogão, que fez uma campanha de superação, já que passou grande parte do primeiro turno na zona de rebaixamento, e conseguiu uma arrancada que o levou à Libertadores. Lembrando que Fogão e Furacão ainda vão ter que passar pela Pré-Libertadores.

Mais dois times estarão na Libertadores: o Grêmio, por ter sido campeão da Copa do Brasil e a Chapecoense, por ter sido declarada campeã da Copa Sul-Americana.

Foram rebaixados: Internacional,  Figueirense, Santa Cruz e América/MG, que serão substituídos no torneio por Atlético/GO, Avaí,  Vasco e Bahia, que foram promovidos da Série B. 

Resultados dos jogos de hoje:

VITÓRIA 1X2 PALMEIRAS
FLUMINENSE 1X1 INTERNACIONAL
SÃO PAULO 5X0 SANTA CRUZ
SANTOS 1X0 AMÉRICA/MG
CRUZEIRO 3X2 CORINTHIANS
GRÊMIO 0X1 BOTAFOGO
ATLÉTICO/PR 0X0 FLAMENGO
PONTE PRETA 2X0 CORITIBA
SPORT 2X0 FIGUEIRENSE

Obs: o jogo CHAPECOENSE X ATLÉTICO/MG, por comum acordo de ambas as equipes, não foi realizado, o que caracterizou WO duplo. Chapecoense não pôde jogar ainda abalado pela tragédia, e o Atlético/MG foi solidário e também pediu para não jogar. Os outros dezoito times entraram hoje em campo homenageando a Chapecoense. A não-realização do jogo não influenciou em nada na classificação final do torneio.

Classificação Final:

1) Palmeiras - 80
2) Santos - 71
3) Flamengo - 71
4) Atlético/MG - 62
5) Botafogo - 59
6) Atlético/PR - 57
7) Corinthians - 55
8) Ponte Preta - 53
9) Grêmio - 53
10) São Paulo - 52
11) Chapecoense - 52
12) Cruzeiro - 51
13) Fluminense - 50
14) Sport - 47
15) Coritiba - 46
16) Vitória - 45
17) Internacional - 43
18) Figueirense - 37
19) Santa Cruz - 31
20) América/MG - 28 

Legendas: 

Em verde negrito, o campeão brasileiro.
Em verde, os classificados para a Taça Libertadores da América.
Em azul, os classificados para a Copa Sul-Americana.
Em preto, os times que escaparam da queda, mas não se classificaram para nenhum torneio.
Em vermelho, os times que foram rebaixados. 
    

Nenhum comentário:

Postar um comentário