quinta-feira, 10 de julho de 2014

IML libera corpos de vítimas de triplo homicídio em Machados

O Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife irá liberar na manhã desta quinta-feira (10) os corpos das vítimas do triplo homicídio ocorrido no Sítio Maravilha, a cinco quilômetros da centro de Machados, no Agreste de Pernambuco. O mototaxista Fábio José de Souza, 28 anos, usou um lençol para estrangular a esposa, o filho e a mãe. A polícia investiga se o acusado possui problemas mentais, pois em depoimento, ele afirmou que estaria possuído por uma entidade ligada a rituais de bruxaria.
Os corpos do filho de Fábio e da esposa Tatiana Maria da Silva, 26, que estaria com três meses de gestação, estavam na cozinha da residência. Já o de Maria de Fátima Silva Souza, 49, mãe do suspeito, foi encontrado fora da casa, em uma estrada próxima ao local. Fábio José de Sousa, 28 anos, teria ainda ateado fogo na casa da família, destruindo a moto que ele usava para trabalhar. O acusado foi detido, após vizinhos acionarem a Polícia Militar (PM), perto da cena do crime, às margens de um açude.
Durante depoimento na delegacia de Limoeiro, ele confessou o crime e falou de si como um monstro. O pai de Taciana, esposa do acusado, estava revoltado e surpreso com a atitude do genro. Ainda segundo a polícia, Fábio já havia sido preso em 2005 pelo crime de estupro no Recife e, agora foi autuado por homicídio qualificado, podendo passar até 90 anos na prisão.
Fonte: TV Jornal

Nenhum comentário:

Postar um comentário