quinta-feira, 17 de julho de 2014

Douglas Cintra tome posse no Senado no lugar de Armando




Tomou posse nesta quinta-feira (17) o senador Douglas Cintra (PTB), suplente de Armando Monteiro (PTB), durante cerimônia conduzida pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Ele vai ocupar até novembro a cadeira do titular, que se licenciou por 120 dias para se dedicar à campanha ao governo de Pernambuco. No plenário, Cintra prestou compromisso e recebeu os cumprimentos de parlamentares.

Em sua primeira manifestação como senador, Douglas Cintra prometeu trabalhar para que as desigualdades regionais que hoje existem em Pernambuco, nas diferentes regiões de Pernambuco sejam amenizadas e o Estado possa ser mais equilibrado. A interiorização de um desenvolvimento social, econômico e industrial equilibrado, do Litoral ao Sertão, é um dos compromissos de campanha de Armando Monteiro.

"Nossa prioridade é atuar para que Pernambuco possa ser mais equilibrado e isso, evidentemente, pode e deve ser feito por meio, prioritariamente, da melhoria da educação. Educação aliada a investimentos no interior para que possamos fazer com que essas oportunidades que foram geradas nos últimos anos, sobretudo na Região Metropolitana do Recife possam ser estendidas ao nosso interior", destacou. Douglas Cintra defendeu ainda o setor produtivo, desde o pequeno empreendedor, especialmente os que trabalham com a agricultura familiar, até os grandes empreendimentos.

Douglas Cintra, que é empresário caruaruense, enfatizou que a região Agreste de Pernambuco colherá bons frutos com o seu trabalho no Senado Federal. Disse ainda que substituir Armando Monteiro é uma grande responsabilidade pelo capital político nacional que o senador dispõe.

A cerimônia de posse de Cintra foi acompanhada pela esposa Adriana Cintra, pelos pais, Djalma e Marliete Cintra, e pelo casal de amigos Horácio Fortes e Marlete Santos, além do vereador João Chaves (PDT), além do vereador João Chaves.

Veja o que disse Douglas Cintra:
"Pretendemos lutar para que as desigualdades que hoje existem em Pernambuco, do Sertão, passando pelo Agreste, Zona da Mata e Metropolitana, com visíveis distorções com relação à renda, oportunidades de trabalho e outras áreas, como educação e saúde, sejam amenizadas. Nossa prioridade é trabalhar para que o Estado possa ser muito mais equilibrado. Isso, evidentemente, pode e deve ser feito por meio, prioritariamente, da melhoria da educação. Educação aliada a investimentos no interior para que possamos fazer com que essas oportunidades que foram geradas nos últimos anos, sobretudo, na Região Metropolitana do Recife, possam ser estendidas ao nosso interior. Cada uma dessas regiões tem capacidades, têm potenciais diferentes. Por isso vamos trabalhar regionalmente para desenvolvê-las".

Crédito da foto: Ana Luiza Sousa/Divulgação
 
Informações da Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário